PUBLICIDADE
Topo

Operação Lava Jato

Após críticas, Bretas ironiza suas fotos em academia em sessão da Lava Jato

O juiz federal Marcelo Bretas - Leonardo Wen/Folhapress
O juiz federal Marcelo Bretas Imagem: Leonardo Wen/Folhapress

Gabriel Sabóia

Do UOL, no Rio

26/03/2019 15h17

Durante depoimento da Operação Lava Jato realizado hoje na 7ª Vara Federal Criminal do Rio, o juiz Marcelo Bretas --responsável pelas ações em primeira instância no estado-- ironizou suas recentes postagens em redes sociais que o mostram praticando exercícios físicos em uma academia. "Isso é assunto proibido por aqui", disse a uma das interrogadas que citou, durante depoimento, que praticava exercícios físicos.

Na semana passada, uma foto do magistrado praticando exercícios físicos no dia da prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) ganhou repercussão. Internautas compartilharam a postagem e chegaram a criticar Bretas por aquilo que entenderam como "um desprezo à prisão". Na legenda da imagem em que aparecia de camiseta regata, Bretas escreveu "aquecendo os tamborins". Diante da repercussão, o juiz apagou a foto.

O juiz federal Marcelo Bretas apagou foto em academia postada no dia da prisão de Michel Temer - Reprodução/Arquivo Pessoal - Reprodução/Arquivo Pessoal
21.mar.2019 - Marcelo Bretas apagou foto em academia postada no dia da prisão de Temer com a legenda "aquecendo os tamborins"
Imagem: Reprodução/Arquivo Pessoal

Hoje, durante o depoimento de Gladys Falci de Oliveira, apontada como dona de um escritório de direito fantasma supostamente usado para lavagem de dinheiro de um grupo comandado pelo ex-governador Sérgio Cabral (MDB), Bretas quis saber qual era a ingerência dela sobre o empreendimento.

Gladys respondeu que, apesar de ser advogada, nunca exerceu a profissão e que o seu marido, Sérgio de Castro Oliveira, administrava o empreendimento.

Gladys explicou: "Sou professora aposentada. Meus filhos já estavam criados quando entrei para a faculdade de direito. A mensalidade da universidade era mais barata do que a minha academia e, por isso, pensei que poderia ocupar o meu tempo estudando".

Bretas a interrompeu, dizendo "por favor, assuntos relacionados a academia são proibidos por aqui, pelo menos para mim, nem toque nisso".

Na sequência, o juiz disse que estava brincando e pediu para que a interrogada prosseguisse. Advogados presentes à sessão e o procurador Stanley da Silva, que integra a força-tarefa da Lava Jato no Rio, riram da brincadeira feita pelo juiz.

Em sua conta no Instagram, Bretas ainda mantém imagens se exercitando e em academias --até mesmo em viagens por outros estados do Brasil. O juiz chega a se exercitar duas vezes por dia.

Três dias antes de determinar a prisão de Temer, ele publicou uma foto na academia onde malha, na zona sul carioca. "Missão cumprida por hoje", diz a legenda.

Operação Lava Jato