Topo

Operação Lava Jato


Defesa de Michel Temer entra na Justiça com pedido de liberdade

Do UOL, em São Paulo

2019-03-21T17:09:07

2019-03-21T18:51:25

21/03/2019 17h09Atualizada em 21/03/2019 18h51

O TRF-2 (Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro) afirmou no fim da tarde de hoje que recebeu o pedido de liberdade apresentado pelos advogados do ex-presidente Michel Temer. Preso na manhã de hoje em São Paulo pela Operação Lava Jato, o ex-presidente foi levado para o Rio de Janeiro.

O recurso foi distribuído para o desembargador federal Ivan Athié, porque é um caso conexo com a Operação Prypiat, que já é de relatoria do magistrado, segundo informações do tribunal. Não há prazo para a análise do habeas corpus.

Logo após a prisão de Michel Temer (MDB) na manhã de hoje, Brian Prado, um dos advogados do ex-presidente, afirmou ao UOL que entraria na Justiça com um pedido de habeas corpus. "Pretendo entrar com um habeas corpus, mas ainda não tive acesso ao processo."

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Segundo o despacho do juiz, Temer é suspeito de ter recebido propina por meio de um contrato da Eletronuclear, estatal responsável pela construção de Angra 3.

Além de Temer, o ex-ministro das Minas e Energia, Moreira Franco, e outras cinco pessoas foram alvos de prisão.

O ex-presidente perdeu o foro privilegiado ao deixar a Presidência.

Veja o momento em que o ex-presidente Michel Temer é preso em São Paulo

UOL Notícias

Mais Operação Lava Jato