Topo

Quase um terço das colônias de abelhas morreram no inverno dos EUA

2013-05-08T11:48:32

08/05/2013 11h48

Quase um terço das colônias de abelhas nos Estados Unidos morreram durante o inverno 2012-2013, sem que tenha sido possível determinar uma razão particular, revela estudo do Departamento de Agricultura americano (USDA, na sigla em inglês).

A população de abelhas diminuiu 31,1% no inverno passado, segundo resultados preliminares de um estudo com mais de 6.200 apicultores dos Estados Unidos feito pelo USDA, em colaboração com as associações AIA (Inspetores Apícolas dos Estados Unidos) e Bee Informed Partnership.

A produção de todos os entrevistados representa 22,9% da produção total de abelhas do país, que é de 2,62 milhões de colônias. A perda de abelhas nos últimos meses nos Estados Unidos é 42% maior do que no inverno anterior, quando 21,9% delas pereceram.

As abelhas sofrem há seis anos taxas de mortalidade muito elevadas, de 30,5% em média, sem que os especialistas entrem em acordo em atribuí-lo a um fator único.

Segundo as autoridades americanas, várias razões incidem na mortalidade das abelhas nos últimos anos, sem que nenhuma seja prevalente, como "parasitas, doenças, fatores genéticos, uma má nutrição e a exposição aos pesticidas".

"Uma perda de 15% das colônias é considerada 'aceitável', mas 70% (dos apicultores) informaram perdas mais importantes", destacou o estudo.

Mais Meio Ambiente